Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009
Gripe A - Estudo diz que a pandemia é menos letal que o esperado

A pandemia de gripe A é "menos letal" do que se temia no princípio, segundo as conclusões de Liam Donaldson, assessor do governo britânico para assuntos médicos, num estudo divulgado na passada quinta-feira, 10 de Dezembro.

 
Divulgada por meio da publicação médica British Medical Journal, a investigação destaca que a taxa de mortes por causa da doença é de 0,026%, segundo a análise dos dados oficiais recolhidos até o mês passado de Novembro.
 
As conclusões foram divulgadas justamente quando o número de contaminações no Reino Unido continua a cair. Na semana passada, foram registados apenas 11 mil novos casos de gripe A; muito longe dos prognósticos que alarmaram a população há alguns meses.
 
Londres chegou a advertir que com a chegada do Inverno o número de contágios semanais poderia ser de 100 mil. Agora alguns sectores sociais acusam o governo britânico de estender o alarme, inutilmente e chamam a atenção para o grande negócio que a gripe A tem representado para sector da indústria  farmacêutica.
 
"A primeira pandemia de gripe do século XXI é consideravelmente menos letal do que se temeu no princípio", reconheceu Donaldson que, no entanto, defendeu as medidas de saúde adoptadas e recomendou à população que se vacine, particularmente se estiver incluído em alguns dos grupos considerados prioritários: doentes crónicos, grávidas e crianças com menos de cinco anos. 
 
Até agora, em Inglaterra, só 2,3 milhões dos 9 milhões das pessoas incluídas a nestes grupos optaram por se vacinar, algo que Donaldson atribuiu "à ciência lixo que questiona a vacina" e ao facto das pessoas já não terem tanto medo do vírus.

(Fonte:  Vida & Saúde – estadao.com.br / Efe - Londres)


Temas:

publicado por servicodesaude às 13:30
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
|

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28