Domingo, 13 de Dezembro de 2009
Gripe A - DGS diz que 20% da população está protegida. Imunização de 40% dos portugueses ajudaria a travar segunda onda epidémica

O director-geral da Saúde, Francisco George, quer travar um novo pico da gripe através da vacinação. Por isso, estima que "com a imunização de 40% e 50% das pessoas seja possível travar uma eventual segunda onda da gripe A", afirmou ao DN.

 
Apesar de não se saber quando e se poderá haver nova onda da doença, a Direcção--Geral da Saúde mantém todas as cautelas, "porque ainda não houve a actividade gripal do Inverno", época por excelência da gripe sazonal.
 
Mário Carreira, da Direcção-Geral da Saúde (DGS), admite que, neste momento, entre as pessoas que já tiveram gripe e as que foram vacinadas, "cerca de 20% da população já esteja protegida"
Isto significa que entre dois a três milhões de portugueses ainda teriam de ser vacinados..
 
"Nem nós, nem os Estados Unidos (no hemisfério Norte,), tivémos a gripe pandémica de Inverno. Não sabemos se a vamos ter e não podemos antecipar o que vai acontecer. Mas temos de admitir essa eventualidade", refere o responsável.
 
Se, para já, foram usadas 240 mil das 311 mil doses entregues a Portugal, é possível chegar mais longe. "Seria um sucesso con- seguirmos fazê-lo para o caso de haver nova onda. Se o fizermos, podemos estar protegidos", garante ao DN.
 
Vítor Faustino, sociólogo e responsável pelo gripenet, duvida que se consiga uma cobertura tão elevada, "até porque estamos a reparar que o cepticismo das pessoas em relação à vacina está a aumentar". Se for cumprido, "interfere-se com o mecanismo de transmissão da gripe", admite, apesar de a medida poder contribuir para que o vírus H1N1 sofra uma mutação mais depressa.
 
Com 7% a 10% da população afectada, os especialistas dizem que a infecção ficou muito abaixo dos cenários mais pessimistas (de 30%). Com um pico epidémico tão suave, "é possível que uma segunda seja mais agressiva, até porque ainda não vivemos a fase intensa da gripe sazonal", diz o sociólogo. Mário Carreira diz que, como a epidemia chegou mais tarde ao País, foi possível programar a vacinação e medidas de contenção. "É por isso que hoje já podemos equacionar uma segunda onda moderada ou mesmo nula."
(Fonte: Diário de Notícias - DN Portugal)
 
Quatro perguntas a...
Francisco George, director-geral da Saúde (Fonte: Diário de Notícias - DN Portugal)
 
A vacinação de uma fatia da população pode evitar uma nova onda de gripe. Mas isso será possível, tendo em conta a taxa de cobertura reduzida que temos?
Reconheço que é preciso fomentar a cobertura da vacinação na população portuguesa. Se trabalharmos bem e ultrapassarmos alguns problemas, vamos aumentar a cobertura. A prioridade é garantir que as pessoas em grupos de risco se vacinem, como as crianças, jovens ou as grávidas.
 
A epidemia está em fase se abrandamento. Os resultados estão dentro do que se esperava?
Está tudo a decorrer de acordo com o esperado. Houve um aumento do número de óbitos e ainda vamos ter mais, mas os planos de contingência funcionaram. E temos uma taxa de letalidade que está dentro do que era estimado. Neste momento estamos a verificar uma desaceleração do número de casos, mas temos de esperar mais algum tempo para confirmar que já ultrapassámos o pico da epidemia.
 
Como se explica a duplicação do número de casos e de óbitos associados à gripe A nos Estados Unidos em apenas um mês?
Os Estados Unidos admitem ter 47 milhões de doentes e 9820 mortos. A diferença explica-se, por um lado, com a questão da actualização permanente dos dados. Como se vê, as estimativas estavam muito abaixo daquilo que se referia. Houve uma revisão dos dados da epidemia, conduzida por um centro universitário de grande expressão, que é o do Minnesota. Perante isto, sabemos agora que há cada vez mais necessidade de afinarmos os dispositivos de monitorização da epidemia.
 
Mas também houve um aumento de casos nas últimas semanas nos EUA...
Também houve. Mas há outro dado. É que esta diferença de números vem provar que não podemos comparar as questões ligadas à gripe sazonal com a gripe A.

Temas:

publicado por servicodesaude às 13:47
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
|

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28