Terça-feira, 15 de Dezembro de 2009
Obesidade Infantil - Educadora de infância critica lanches escolares (tel)

Leonor Cardeira, 51 anos, educadora de infância, de Lisboa:

"As recomendações que os professores e educadores fazem junto dos pais relativamente aos lanches e à alimentação que os filhos levam para a escola não são, por vezes, muito bem aceites pelos pais".
 
A educadora de infância considera que existe um excesso de permissividade por parte dos encarregados de educação e que "é muito mais fácil ceder aos pedidos das crianças, que pedem alimentos carregados de açúcar, chocolates e gorduras - comprados muitas vezes a caminho da escola -, do que controlarem uma birra".
 
Eduardo Mendes, médico de família, é da opinião que responsabilizar não é culpabilizar e que para trazer os pais para "esta guerra", o caminho não pode começar pela culpabilização.
 

"Falei na sopa e no pequeno-almoço. Sabe-se hoje também que a prevalência da obesidade e do excesso de peso está associada a déficits de sono nas crianças. Os miúdos dormem pouco. É fundamental que as crianças tenham sonos regulares, de pelo menos oito ou nove horas, com excepção dos dias de festa", conclui o médico.



publicado por servicodesaude às 13:17
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
|

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28