Terça-feira, 12 de Janeiro de 2010
Dependências - Balanço do fenómeno da Droga em Portugal

Só numa semana morreram três pessoas no distrito de Coimbra, ao que se pensa, devido a overdose.

Para João Goulão, presidente do Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT), o problema da droga continua a ser central na sociedade portuguesa, mas enquanto há 10, 12 anos, os inquéritos de rua revelavam que o tema estava entre as preocupações centrais dos portugueses, actualmente o problema surge bem mais para baixo.
(As autoridades julgam que deverá haver alguma substância adulterada à venda em Coimbra, o que não quer dizer que o problema não exista).
 
Vivemos durante quase três décadas uma verdadeira epidemia relacionada com a heroína e com fenómenos de marginalidade e exclusão. Actualmente, João Goulão garante que “ao nível das substâncias ilícitas temos respostas relativamente eficazes ao nível do tratamento, da redução de danos, da prevenção e da reinserção social, que são satisfatórios e têm permitido avanços significativos nesta área”.
 
Algo que pode ser perverso, já que pode existir a tentação de desinvestir nesta área. “O fenómeno está longe de estar dominado; está apenas controlado”, explica o presidente do IDT.


publicado por servicodesaude às 20:02
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
|

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28