Terça-feira, 26 de Janeiro de 2010
Paralisia Cerebral - Introdução (por Maria Elisa Domingues)

O Serviço de Saúde de hoje vai debruçar-se sobre a Paralisia Cerebral, situação que atinge dois em cada mil nascidos em Portugal e nos outros países desenvolvidos e sete em países em desenvolvimento como o Brasil.

 
A paralisia cerebral consiste numa perturbação do controle, da postura e do movimento em consequência de uma lesão ou de uma anomalia que afecta o cérebro  em período de desenvolvimento.
 
Associadas às perturbações motoras, existem muitas vezes outros deficits, em particular visuais e auditivos e dificuldades de comunicação pela fala.
 
Ao contrário do que alguns possam pensar, por falta de informação, 40% das pessoas com paralisia cerebral têm uma inteligência igual ou superior à média, podendo assim concluir com êxito cursos superiores ou carreiras com grande responsabilidade.
 
As crianças com paralisia cerebral necessitam de cuidados especiais de acordo com a situação de cada uma, visto que não há dois casos iguais, mas que incidem sobretudo na fisioterapia, no exercício físico, na estimulação sensorial e cognitiva de forma a torná-las capazes de se relacionarem com os outros e dar-lhes uma maior autonomia possível.
Mas também as famílias, para quem o nascimento deste ser diferente representa uma alteração profunda, necessitam de orientação e apoio.
 
Miguel Braga e Catarina Fernandes fizeram a reportagem na Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa, a primeira a surgir no nosso país há exactamente 50 anos.


publicado por servicodesaude às 23:03
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
|

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28