Terça-feira, 12 de Maio de 2009
1º Ano do bebé - Recém-nascido e o choro (2-2)

Vamos a situações concretas. Existem muitos pais que vivem com grande ansiedade a situação do choro. Não é fácil saber se são as cólicas, porque os pais dão aquelas gotinhas e, por vezes, o bebé continua a chorar…

Dra. Maria Amélia Silva (enfermeira pediátrica): Não sei se é fácil ou difícil. É importante perceber como aquela família fala do recém-nascido, como o acolhe, se olham para ele, se os pais o abraçam, se o chamam pelo nome, se referem a parecença com algum membro da família. São tudo pistas de como aquela família está a acolher a criança.
 
A questão do choro tem a ver com o irmos conhecendo o bebé e irmos dando competências aos pais para que eles também o conheçam. Porque cada choro significa uma necessidade. E quando ele perceber, aos dois ou aos quatro meses, num dos tais pontos de viragem, que se chorar, alguém lhe satisfaz essa necessidade e lhe dá atenção, isso permite-nos perceber que estamos num desenvolvimento adequado.

E o papel dos profissionais de saúde é irem preparando os pais para estes momentos do desenvolvimento do seu filho.



publicado por servicodesaude às 15:36
link do post | adicionar aos favoritos
|

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28